Visitantes Negócios Associações e Imprensa
Blog Instagram Facebook Twitter

Notícias


Ampliação de voos no Aeroporto de Maringá visa estimular economia local

Ampliação de voos no Aeroporto de Maringá visa estimular economia local

Publicado em: 13/01/2022

A Prefeitura de Maringá tem um trabalho permanente para ampliar as opções de voos aos passageiros no Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Júnior. São 21 operações diárias com rotas para Curitiba, São Paulo, Campinas, Porto Alegre, Navegantes, Florianópolis, Cuiabá e Porto Seguro, as quais atendem a um público que busca o turismo tradicional e também o chamado turismo de negócios. 

 

No ano passado, a Azul ofertou linhas temporárias para atender a demanda de final de ano. Entre os próximos voos, está prevista uma nova linha entre Maringá e Curitiba, pela Latam. A estimativa é que comece a operar no final de março. “Um dos nossos pilares sempre foi o de maior número de alternativas de voos”, comenta o superintendente do Aeroporto, Fernando Rezende. “É uma necessidade da nossa população, que sempre procura por transportes aéreos para irem direto para seus destinos preferidos”. 

 

Operam as companhias aéreas Azul, Gol e Latam. Atualmente, elas fazem 148 operações semanais entre pousos e decolagens no Aeroporto maringaense. 

 

AMPLIAÇÃO - O Aeroporto Regional de Maringá passou por uma reforma no ano passado, ganhando várias melhorias. O investimento foi de cerca de R$ 81,5 milhões, com recursos do Governo Federal. 

 

A pista passou de 2,1 mil metros para 2.380 metros de comprimento, com 45 metros de largura. A modernização inclui o Sistema de Iluminação de Aproximação (ALS), balizamentos de led, entre outros. O pátio foi ampliado e conta com 12 posições de estacionamento de aeronaves. Também foi reformada a Seção Contra Incêndio (SCI) do Corpo de Bombeiros. 

 

Entre as próximas obras, está prevista a reforma do Terminal de Passageiros, além da instalação de fingers para melhorar e agilizar o embarque e desembarque, instalação de elevadores e escadas rolantes, entre outros equipamentos, mais que dobrando a área passando de 3,4 mil m² para 8 mil m², numa iniciativa da gestão Ulisses Maia. 

 

Melhorias na torre de controle também deverão ser implantadas em breve. A superintendência trabalha ainda para o início das operações de aviões de cargas, o que depende de homologação da Receita Federal e trará mais negócios para a cidade. 

 

“Tudo para transformar o aeroporto maringaense num dos mais modernos do Brasil, o que ajudará a impulsionar a economia da cidade, facilitando investimentos e novos negócios”, conclui Rezende.

.Andye Iore / Siacom

Foto / Rafael Silva