Visitantes Negócios Associações e Imprensa
Blog Facebook Twitter

Notícias


UEM inaugura Central de Monitoramento de Segurança

UEM inaugura Central de Monitoramento de Segurança

Publicado em: 10/10/2018

Foi inaugurado terça-feira (9/10) o Bloco B-10, onde está instalada a Central do Sistema de Monitoramento Inteligente da UEM (Universidade Estadual de Maringá), instituição parceira do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.


Com nove monitores de 49 polegadas e três mesas operadoras com software de gerenciamento e captura de imagens, a Central fará a cobertura de todo o câmpus, com monitoramento 24 horas. As imagens ficam gravadas e armazenadas, por um período de 30 dias, em equipamentos próprios instalados no Núcleo de Processamento de Dados da UEM.


O reitor da UEM, Mauro Baesso, destacou que o projeto foi muito bem planejado. Uma equipe técnica deu suporte para a abertura do edital de licitação, detalhando quais equipamentos e tecnologia melhor atenderiam as especificidades da UEM. A empresa vencedora foi a Arrias & França Ltda.


Baesso também destacou que está em curso uma nova ação que terá um impacto positivo na gestão de segurança do câmpus. A referência é a instalação de lâmpadas LED na iluminação externa que será possível graças a um projeto de eficiência energética submetido à Copel. A troca, segundo Baesso, deve se dar dentro de cinco meses.


Sobre o Sistema de Monitoramento Inteligente que entrou oficialmente em atividade hoje na UEM, o vice-reitor Julio Damasceno disse que todo o processo foi realizado para garantir modernidade e eficiência e com isso o bom uso do dinheiro público.


O prefeito do câmpus, Carlos Augusto Tamanini, citou que o Sistema se soma a outras ações empreendidas na gestão da segurança, que inclui, por exemplo, construção de guaritas, reforço na iluminação e valorização do setor de vigilância.


Em todos os discursos o tom era de despedida e agradecimento, uma vez que hoje se encerra a atual gestão. Para além das homenagens, Tamanini adiantou que até o final do ano outras dez obras serão inauguradas, entre elas o chamado bloco dos cem novos leitos do Hospital Universitário, a Clínica Odontológica e o Centro de Treinamento de Handebol.


Planejamento estratégico


O Sistema de Monitoramento que entrou em funcionamento na UEM também engloba 159 câmeras de tecnologia IP que além da infraestrutura de rede têm imagens em alta definição. A distribuição das câmeras foi planejada a partir de um levantamento da Polícia Militar, feito no início de 2015, em conjunto com o setor de vigilância da UEM, que indicou as áreas mais vulneráveis.


Os pontos de monitoramento abrangem blocos didáticos, estacionamentos, portões de entrada e saída de pedestres e de veículos, anel viário e ainda áreas de grande aglomeração.


Os equipamentos foram distribuídos de forma a melhor atender às especificidades de cada local. Nesse sentido foram instaladas quatro câmeras Speed Dome em pontos estratégicos. Além do recurso de zoom potente e movimento panorâmico de 360 graus, este modelo garante uma visão mais ampla da área, movimentando-se em quase todas as direções rapidamente, podendo acompanhar o deslocamento das pessoas no percurso e, se necessário, focalizar qualquer atividade suspeita na rotina de vigilância.


Nos portões de entrada e saída foram colocadas um total de 15 câmeras que além de registrar as placas dos veículos que circulam pelo câmpus acompanham um software de identificação e análise que permite armazenar a informação no sistema e a verificação do dia e horário que o veículo entrou e saiu da UEM.


E nas cinco guaritas foram instalados monitores com cobertura por área a partir do acesso às imagens das câmeras mais próximas.


Custos


O custo total do sistema foi de R$ 2.006.088,30, ficando cerca de R$ 286.000,00 abaixo do preço estipulado no edital de abertura da licitação. “No certame, a proposta vencedora foi de R$ 1.896.306,00, no entanto foram necessários aditivos para atender adequações no sistema elétrico e ampliação no número de câmeras devido a abertura de novos portões”, destaca Ezeni Claro da Silva, diretora de Serviço e Manutenção.


Ela explica ainda que o contrato firmado com a empresa vencedora da licitação foi prevista a assistência técnica e manutenção dos equipamentos por um período de dois anos. Além disso, o sistema permite atender  novas demandas, a medida que comporta a integração de novas câmeras de segurança à Central de Monitoramento.