Visitantes Negócios Associações e Imprensa
Blog Facebook Twitter

Sala de imprensa


Maringá Encantada cobra envolvimento do trade turístico

Publicado em: 10/10/2018

Papai Noel vai surgir em um passe de mágica e em seguida Renato Teixeira canta seus sucessos com cerca de 50 mil pessoas

A prefeitura de Maringá espera que o trade turístico abrace o Maringá Encantada, ajudando a atrair as pessoas ao local do evento, proporcionando-lhes bem-estar e ainda oferecendo motivos para que pessoas de outras cidades se sintam prestigiadas em Maringá, divulguem a festa e ainda fiquem com vontade de voltar nos períodos natalinos seguintes.


A prefeitura esteve representada na reunião mensal de diretoria do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, na manhã desta terça-feira (9), pelo secretário de Cultura, Miguel Fernandes, diretor de Turismo, Amarildo Torres e pela diretora Executiva do Parque do Japão, Maria Lígia Guedes, para detalhar as novidades do “Maringá Encantada – Natal de Luz e Emoção”, evento criado para oferecer entretenimento às famílias maringaenses no período natalino e ainda atrair visitantes de cidades da região e até de outros Estados.


Segundo Miguel Fernando, a festa de Natal que Maringá realizou no ano passado surpreendeu em muitos sentidos e apontou que a administração municipal fez certo ao investir para tornar o Natal uma marca da cidade, a exemplo do que já acontece em Gramado (RS) e outras cidades pelo mundo.
Neste ano, segundo ele, a decoração natalina será maior e mais interessante do que a de 2017 e certamente os resultados também serão melhores, tanto para a população, que terá um dos mais belos natais do Brasil, quanto para o comércio, que poderá ter boas vendas, contando que muitas pessoas da região virão a Maringá para ver a decoração, e também para a cidade, que vai firmando seu Natal como evento turístico.


“O Natal de Maringá é cada vez mais um evento turístico e esperamos agora que o trade turístico abrace o Maringá Encantada para ajudar a fazê-lo ainda melhor e mais atraente”, disse o secretário de Cultura.


Ele sugere que os restaurantes, lanchonetes, bares e food trucks ofereçam uma culinária diferenciada e a preços mais atraentes para os consumidores, que os hotéis deem condições para que pessoas que venham de outras cidades possam passar a noite em Maringá e tenham mais tempo para consumir na cidade e que as agências de turismo criem pacotes para trazer gente de outras regiões para conhecer a decoração, se divertir e consumir em Maringá.


“A exemplo do que já acontece com o comércio, para o trade turístico o Natal pode ser uma excelente época para gerar negócios”, disse.


Papai Noel chega em passe de mágica


A festa começa no dia 15 de novembro, quando será ligada a iluminação especial de Natal, desfile de carros alegóricos e o “surgimento” do Papai Noel. “Surgimento” porque desta vez o bom velhinho não chegará de carro, carruagem, helicóptero ou a pé. Ele vai aparecer em um truque de ilusionismo e tecnologia no meio do povo, na Praça da Catedral.


Várias atrações artísticas estão reservadas para a data, entre elas um show com o cantor Renato Teixeira,  autor de "Romaria", "Amizade Sincera", "Tocando em Frente", "Amanheceu, Peguei a Viola", "Amora" e muitos outros sucessos.


A prefeitura espera um público de aproximadamente 50 mil pessoas na abertura do Maringá Encantada – Natal de Luz e Emoção.


A decoração deste ano contará com mais Presentes iluminados, 12 anjos de luz em volta da Catedral, bolas de 8 metros de altura, presépio gigante e um túnel de luz ainda mais longo e mais iluminado do que o do ano passado.


Futuro


Diretores do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau elogiaram a iniciativa da prefeitura de aproveitar os festejos de fim de ano para atrair visitantes para a cidade. O vice-presidente para Assuntos de Empreendedorismo e Captação de Recursos, Cláudio Crepaldi, destacou que esta é uma iniciativa “que ainda está no começo”. 

Segundo ele, no ano passado muitas pessoas de outras regiões vieram a Maringá atraída pela festa de Natal e certamente divulgaram o que viram e neste ano os visitantes devem ser em maior número. “Cidades com tradição de festas natalinas, como Gramado, demoraram anos para chegarem onde estão. A nossa está crescendo e ganhando fama ano e ano e em um futuro próximo será um dos grandes eventos turísticos do Paraná”.