Visitantes Negócios Associações e Imprensa
Blog Facebook Twitter

Sala de imprensa


Ações do Bem Receber ficam como legado do JUBs para a hotelaria

Publicado em: 09/11/2018

Maringá mandou uma mensagem para o Brasil, que sua rede hoteleira está preparada para receber qualquer evento com excelência e qualidade


Na maioria dos hotéis de Maringá que estão hospedando atletas, dirigentes e árbitros dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) Fase Final estão sendo dados souvenirs referentes ao evento como lembrança. Esta é mais uma ação de iniciativa dos hotéis, que já vinham fazendo “agrados” desde a recepção aos participantes, na segunda-feira.


O Hotel Golden Ingá, que recebeu os atletas com decoração especial do hall de entrada e brindes em todos os apartamentos, se despediu das delegações de Goiás e Ceará com um café da manhã diferenciado, música ao vivo e entregando sacolas personalizadas para todos os membros.


“Ao oferecer este atendimento diferenciado aos participantes do JUBs, agregando novas ações às que já eram previstas no Programa Bem Receber da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), promotora dos jogos, na realidade os hotéis estão fazendo um investimento que no médio e longo prazos se converterá em benefícios para o estabelecimento”, diz o coordenador de Hospedagem da CBDU, Paulo Souza.

 

Segundo ele, o Bem Receber é um programa de captação que agrega valor ao equipamento turístico. “Um hotel que, através do serviço consegue transformar a excelência, independentemente de sua estatura física, poderá ter um retorno maior em qualidade e reconhecimento do hóspede para um retorno, um pós-venda, porque a mensagem fica marcada na memória do atleta e quando, no futuro, ele pensar em Maringá, vai levar em conta o atendimento recebido”.

 

Souza leva em conta o trabalho que ele vem realizando, juntamente com o Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, junto aos hotéis há vários meses. “O Convention realizou vários treinamentos e a Yara [Linschoten, superintendente Executiva do Convention Bureau de Maringá] mostrou aos hoteleiros a necessidade de ser prestado um atendimento diferenciado em um evento do porte dos JUB, que trouxe mais de 3 mil pessoas para se hospedarem em Maringá”. O que surpreende, segundo ele, é que os hotéis fizeram mais do que o pedido.

 

“Quando falamos que na realidade as ações que agradam os atletas são um investimento é porque eles, os hotéis, estão atendendo um cliente em potencial para o futuro do hotel. O atleta vai falar do atendimento recebido a sua família, a seus amigos e certamente indicarão o hotel que o atendeu de forma tão preferencial quando algum conhecido viajar a Maringá. Ele é um divulgador em potencial, que vai propagar a marca de Maringá e do hotel que lhe deu uma atenção diferenciada”.

 

Portfólio

 

De acordo com Paulo Souza, o normal é que os hotéis trabalhem em uma linha muito pragmática de serviço, se preocupando com o bem-estar de cliente, a boa alimentação, organização, higiene, o que é comum para todos os hotéis, mas não tem a diferenciação por tipo de cliente. O Bem Receber trata da necessidade e da expectativa deste perfil de grupo e, uma vez que o hotel põe em prática, o programa pode ser aplicado em qualquer outro grupo que o hotel venha a receber, seja da área Científica, da Medicina, do turismo religioso. Ele poderá criar um programa especialmente para cada grupo”.

 

O alto nível da hospedagem dos atletas dos JUBs foi destaque na mídia, disputando em divulgação com os próprios jogos. “Maringá mandou uma mensagem para o Brasil, que sua rede hoteleira está preparada para receber qualquer evento com excelência de serviço e qualidade”, diz o representante da CBDU.