PUBLICAÇÕES

Maringá vira capital do vôlei de praia; economia agradece
Maringá vira capital do vôlei de praia; economia agradece
24/05/2017

Maringá se transformou na capital do vôlei de praia entre os dias 5 e 14 de maio. No período, a Vila Olímpica sediou três grandes eventos da modalidade, proporcionando aos público maringaense a chance de acompanhar jogos de alto nível, e ao trade turístico a oportunidade de realizar negócios. A estimativa é que durante os dias de evento, mais de R$ 1,56 milhão tenha sido injetado na economia local. Em Imposto Sobre Serviços (ISS) foram arrecadados em torno de R$ 47 mil.

O cálculo é do Observatório do Turismo e Eventos, núcleo de pesquisas do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau. Foram considerados para a estimativa o Sul-Americano (de 5 a 7), o Campeonato Brasileiro Sub-21 (de 8 a 11) e o Circuito Nacional (de 12 a 14). Estão inclusos na conta, gastos com alimentação, transporte e com os 380 leitos utilizados em virtude das competições, com média de 20 diárias de hospedagem. Não foram contabilizados gastos com souvenirs e lazer.

“Maringá concentrou grandes eventos e foi divulgada pelo Brasil afora. Apenas o Sul-Americano, por exemplo, foi transmitido para cerca de 15 países. Dessa forma, além de recursos para a economia, a cidade ganhou visibilidade”, comenta Robson Xavier, organizador do evento, vice do Convention para assuntos esportivos e técnico e gestor da Associação Maringaense de Vôlei de Praia (AMVP).  

Xavier pontua, ainda, que o  Sul-Americano deixou como legado na cidade toda a areia da quadra (40 m³), reforma das quadras da Vila Olímpica, trocas do mastro das quadras de voleibol por oficiais de madeira e 15 bolas Mikasa VLS 300, que poderão ser utilizadas por atletas locais nas práticas esportivas. “Esperamos que mais campeonatos venham para Maringá”, completa Xavier.

Saiba mais

O Observatório de Turismo e Eventos de Maringá monitora a tarifa média cobrada pelos hotéis; a taxa média de ocupação dos hotéis; o Imposto Sobre Serviços (ISS) arrecadado na área de turismo; o mercado de trabalho ligado ao turismo; a malha rodoviária; a movimentação do Aeroporto de Maringá e a  movimentação terrestre por meio das praças de pedágio da Viapar.

O projeto é patrocinado pela Viapar e tem, ainda, apoio do Sivamar, Codem, Acim, Cooper Card e Sebrae. Todos os dados estão disponibilizados gratuitamente no site www.maringacvb.com.br/observatorioturismomaringa.